Skip to main content

Competências de Investigação Artística

Sobre este curso

A investigação artística é uma parte importante da atividade das instituições de ensino superior nas áreas do cinema e das artes dos media. Seja orientada pela prática, informada pela prática ou baseada na prática, os investigadores exploram desafios culturais, sociais e tecnológicos através do seu trabalho. Este curso apresenta-lhe – talvez seja um investigador em fase inicial a trabalhar num projeto de mestrado ou doutoramento, ou um professor ou praticante experiente que procura saber mais sobre o seu papel enquanto investigador – os principais conceitos da investigação artística. Pode também explorar alguns conselhos sobre o desenho e gestão de projetos de investigação artística e como isso pode apoiar o desenvolvimento da sua própria prática enquanto investigador.

Conteúdo

  • Tópico 1: Introdução
  • Tópico 2: Tipos de Investigação: Que tipo de investigação estou a realizar? E o que é Investigação Artística?
  • Tópico 3: O Âmbito da Investigação: Mapeamento do Território
  • Tópico 4: Estabelecimento de Métodos e Quadros Conceituais para a Investigação
  • Tópico 5: Gestão do Seu Trabalho de Investigação

Estrutura

Dentro de cada módulo, as secções são construídas na seguinte estrutura: Vídeo e slides por um especialista no assunto, guiando-o através do material e dos conceitos relevantes. Recursos online, como leituras e exemplos.

Classificação e Certificado

Os alunos têm de completar o quiz com uma nota mínima de 70%

Instituições

A IADT, o Instituto de Arte, Design e Tecnologia em Dún Laoghaire, Irlanda, é membro fundador da FilmEU e sede da Escola Nacional de Cinema da Irlanda. Oferece programas de licenciatura e pós-graduação em áreas que incluem arte, design, cinema, media, animação, psicologia, negócios e humanidades, e participa numa variedade de projetos de investigação financiados pelo Conselho Irlandês de Investigação, Fundação para a Ciência e Tecnologia da Irlanda e vários programas da EU.

Direção do curso

Sherra Murphy

A Dra. Sherra Murphy é Professora Sénior de Estudos Críticos e Culturais, lecionando cultura visual e material na Faculdade de Cinema, Arte e Tecnologias Criativas no Instituto de Arte, Design e Tecnologia de Dún Laoghaire. O seu doutoramento na University College Dublin (2015) examinou a formação do Museu de História Natural de Dublin como um conjunto interligado de enquadramentos históricos, científicos, sociais e visuais. A monografia resultante, “O Primeiro Museu Nacional”: O Museu de História Natural de Dublin no meio do século XIX, é publicada pela Cork University Press. A Dra. Murphy foi a beneficiária da Bolsa de Estudos da Biblioteca e Arquivos da Royal Dublin Society em 2019 para conduzir investigação no arquivo equestre da Sociedade, examinando as origens do Dublin Horse Show no período da meia-Vitória através da lente da história cultural irlandesa, lazer e mudança social. As suas áreas de investigação centram-se na história cultural, museus, cultura visual, história cultural da Irlanda do século XIX, história da história natural e história do desporto equestre na Irlanda. Representa atualmente o IADT no Grupo de Desenvolvimento Académico da Creative Futures Academy, uma inovadora iniciativa colaborativa entre o IADT, NCAD e a Faculdade de Artes e Humanidades da UCD.

Deirdre O’Toole

A Dra. Deirdre O’Toole é professora na Escola Nacional de Cinema da Irlanda, IADT. Leciona nos cursos de licenciatura em Produção de Cinema e Televisão, Estudos de Novos Media e no programa de mestrado Erasmus+ MA Kino Eyes. Deirdre possui um doutoramento baseado na prática em Estudos Cinematográficos e Visuais pela Queen’s University Belfast, onde realizou documentários em colaboração com contadores de histórias que haviam experimentado traumas. Deirdre é realizadora de cinema e trabalhou durante muitos anos como cinematógrafa, filmando documentários, vídeos musicais e dramas. Deirdre dirigiu três documentários que foram exibidos extensivamente em festivais de cinema e galerias em todo o mundo, incluindo o Festival de Documentários de Chagrin, Ohio, o Festival de Cinema Red Rock, Utah, o Docs Ireland, Belfast, o Festival de Cinema de Montanha Aspen, Colorado, o Festival de Cinema de Arte, Polónia, o Festival de Cinema Kinosmena, Minsk, o Festival de Documentários do Instituto de Cinema Irlandês e o Festival de Documentários Europa, Egito. O seu trabalho foi exibido durante quatro meses no Turchin Centre for the Arts, Carolina do Norte, em 2019, duas vezes na Saranac Gallery em Washington e duas vezes no CIACLA, EUA.

Fiona Snow

Fiona Snow é uma professora, praticante e investigadora em educação de Arte e Design. Especialista em pedagogias das artes criativas, Fiona é co-receptora de um prémio de Excelência em Ensino e Aprendizagem Disciplinar (DELTA) e tem colaborado como perita em Arte e Design para o QQI, a organização irlandesa de qualidade académica e normas. Fiona é também uma praticante no seu próprio direito e ensina métodos baseados na prática em toda a Faculdade de Cinema, Arte e Tecnologias Criativas do IADT. Desde 2021, Fiona é membro da equipa da Creative Futures Academy (CFA) do IADT, onde a sua experiência desempenha um papel crucial no desenvolvimento de módulos, na análise do Quadro de Atributos Criativos da CFA e na incorporação de pedagogias essenciais das artes criativas em toda a CFA. Atualmente, está a realizar um Doutoramento em Educação no Trinity College Dublin, com foco em pedagogias criativas baseadas em estúdio.

Daithí Mac Síthigh

Daithí Mac Síthigh é o ex-Diretor de Investigação do IADT e anteriormente diretor académico da Northern Bridge Arts & Humanities Doctoral Training Partnership. Tem experiência em ensino, investigação e supervisão de doutoramento em áreas como política dos media e direito da propriedade intelectual.

Sustentabilidade e a Indústria Cinematográfica

Sobre este Curso

Neste curso, receberá uma introdução à sustentabilidade e à indústria cinematográfica.

Direção do curso

Dörte Schneider Garcia

Dörte Schneider Garcia é de origem alemã, mas tem trabalhado e vivido em Portugal desde o ano 2000. Editora de cinema de formação (Universidade de Cinema Konrad Wolf, Potsdam, Alemanha), trabalhou como assistente de realização durante duas décadas. No final de 2020, Dörte frequentou um curso de consultoria ambiental na Universidade de Media de Estugarda, onde recebeu o seu certificado. Atualmente, dedica-se principalmente à transferência de conhecimento através de cursos, workshops e masterclasses, em colaboração com, entre outros, a Universidade Lusófona, FEST filmlab, BECTU Vision Scotland, FOCAL, KIPA – Associação de Produtores Polacos, Escola Internacional de Cinema de Colónia. Dörte é membro da Associação Alemã de Consultores Ambientais BVGCD.

Módulos

Este Curso vai ter 3 módulos

  • Literacia Climática
  • Iniciativas na indústria cinematográfica
  • Produção Cinematográfica Sustentável

LDTDT – Desenvolvimento de Linguagem Através de Ferramentas Digitais

Sobre este Curso

O CLIL MOOC (Massive Open Online Course) foi concebido para fornecer aos educadores uma compreensão da Aprendizagem Integrada de Conteúdo e Língua (CLIL) e para os guiar através do processo de concepção de cenários de aula CLIL eficazes. Este curso apresenta aos alunos os princípios e benefícios do CLIL, demonstra como integrar o CLIL em várias disciplinas e descreve uma abordagem passo a passo para a construção de um cenário de aula CLIL bem concebido.

Os participantes aprenderão como alinhar os objetivos de linguagem e conteúdo, selecionar materiais de ensino apropriados, criar atividades envolventes e avaliar o progresso dos alunos. O CLIL MOOC destina-se a professores de línguas, professores de conteúdos e outros educadores interessados ​​em integrar o ensino de línguas e conteúdos para melhorar a aprendizagem dos alunos. Esperamos que você esteja pronto para explorar dicas, truques e boas práticas compartilhadas por organizações parceiras e escolas obrigatórias de seis países diferentes. O projeto e o MOOC são financiados pelo Programa Erasmus+!

Estrutura

Módulo 1 – Introdução ao CLIL

  • Unidade 1 – O que significa CLIL? O que é CLIL?
  • Unidade 2 – Os 4 Cs do CLIL
  • Unidade 3 – As diferentes funções num programa CLIL
  • Unidade 4 – Implementando CLIL
  • Unidade 5 – As Vantagens e Desafios da Implementação do CLIL

Módulo 2 – Explorando CLIL: Contextualizando e Melhorando a Integração com Tecnologia

  • Unidade 1 – Contextualizando CLIL nas Escolas
  • Unidade 2 – Tópicos CLIL e Objetivos de Aprendizagem
  • Unidade 3 – Integração da Tecnologia no CLIL
  • Unidade 4 – Formação e Desenvolvimento Profissional de Professores em CLIL

Módulo 3 – Exemplos de cenários integrados de ensino e aprendizagem CLIL

  • Unidade 1 – Compreendendo os Elementos da Construção do Cenário de Aula CLIL
  • Unidade 2 – Abordagem passo a passo
  • Unidade 3 – Explorar Exemplo de Cenário de Aprendizagem

Módulo 4 – Crie seu cenário de aprendizagem

  • Unidade 1 – Cenário de Aprendizagem
  • Unidade 2 – Ferramentas para Criar seu Cenário de Aprendizagem Online
  • Unidade 3 – Ferramentas Digitais para Ensino e Aprendizagem CLIL

Instituições

Lusófona University

Universidade Lusófona

A Universidade Lusófona é a maior universidade privada de Portugal, integrando 10 IES em Portugal, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Guiné-Bissau. Possui um corpo discente de mais de 10.000 alunos e 1.500 professores e está estruturado em 9 (nove) Escolas que constituem a principal unidade institucional e oferecem 44 cursos de graduação, 45 cursos de mestrado, 11 programas de doutorado e 42 cursos de pós-graduação. Além disso, a universidade oferece um grande número de cursos profissionais e de formação contínua de acordo com o paradigma de desenvolvimento da aprendizagem ao longo da vida. A Universidade tem uma vasta experiência em investigação e gestão de projetos europeus e internacionais e participará no projeto com uma das suas 12 unidades de investigação. O CICANT – Centro de Investigação em Comunicação Aplicada, Cultura e Novas Tecnologias, da Escola Superior de Comunicação, Arquitetura, Artes e Informação, promove investigação teórica e aplicada em todas as suas áreas temáticas: Novos Media e Novas Tecnologias; Comunicação Organizacional; Artes e Cultura Visual; e Estudos Culturais e de Media. O centro dá enfâse à transferência e intercâmbio de conhecimento com a indústria e centros similares em Portugal e na Europa no cruzamento dos meios de comunicação, artes, cultura e tecnologias.

Gheorghe Magheru School in Caracal

Gheorghe Magheru School in Caracal

A Escola ‘Gheorghe Magheru’ em Caracal, Roménia, é uma escola de média dimensão, com cerca de 550 alunos matriculados em classes pré-primárias, primárias e secundárias inferiores e 50 professores. É uma escola eTwinning, a partir de 2018, com dois embaixadores eTwinning, um para professores do ensino primário e outro para professores do ensino secundário. Somos muito ativos no eTwinning e conseguimos muitos prémios eTwinning, Stem Week e Code Week pelos nossos projetos. Os nossos alunos participaram com ótimos resultados em diversos concursos e competições tanto nas áreas de Ciências quanto de Línguas. Os projetos Erasmus anteriores realizados na Escola Gheorghe Magheru estavam relacionados com o STEM. O projeto KA201 “Active Minds Moving Hand” foi uma troca de boas práticas no ensino de STEM. O segundo, “Estamos a criar embaixadas STEAM na rede escolar europeia”, foi um projeto KA229 focado na metodologia STEAM, agregando Arte no ensino de Ciências. Atualmente temos em desenvolvimento três projetos Erasmus plus, com diversos tipos e temas, pois decidimos que mais áreas da nossa atividade escolar precisavam de ser melhoradas. Os três projetos são: Não seja Cyber ​​Bully, esteja atento! – um projeto KA229 coordenado por uma escola italiana. Melhorar a educação STEM nas escolas europeias – um projeto KA201 coordenado por uma instituição de investigação da Irlanda do Norte. Desenvolvimento da Linguagem através de Ferramentas Digitais – projeto KA226, coordenado pela Suécia. Desta forma, mais professores e alunos podem beneficiar das oportunidades Erasmus e a nossa escola tem um maior impacto na nossa comunidade local e não só.

International Training Center

International Training Center

O ITC é uma instituição de educação de adultos para formação contínua de professores, criada pelo Ministério da Educação Checo e listada no registo escolar. O ITC atua no mercado de educação de adultos desde 1996 e tem dezessete anos de experiência no campo da educação, com especialização em métodos de ensino inovadores para professores e especialistas em educação de toda a UE. A ITC é uma empresa moderna e dinâmica, com longa tradição e experiência organizacional profissional. A missão do ITC é oferecer ensino de idiomas de boa qualidade juntamente com outros cursos em diversas áreas. O nosso principal objetivo é fornecer serviços complexos e de nível profissional garantindo a satisfação dos nossos clientes.

Learning for Integration

Learning for Integration

A missão da Learning for Integration ry, fundada em 2012, é promover a aprendizagem de línguas e a sensibilidade cultural de crianças e jovens migrantes, imigrantes e refugiados na Finlândia e noutros países nórdicos, de forma a facilitar a sua integração na nova cultura e no desenvolvimento de uma sociedade multicultural. Temos uma sólida experiência no ensino de línguas e na criação de materiais e gostaríamos de usar esta experiência para apoiar a nossa missão de criar consciência linguística através de atividades como grupos de jogos para crianças em idade pré-escolar, grupos de intercâmbio de línguas para adultos e material gratuito de aprendizagem de línguas e eLearning para todas as idades. Participamos também em vários projetos Erasmus+ e NordPlus relacionados com imigração e aprendizagem de línguas, tecnologia e meios de comunicação, questões sociais, empreendedorismo, grupos desfavorecidos, etc.

Yenişehir Anadolu İmam Hatip High School

Yenişehir Anadolu İmam Hatip High School

A Escola Secundária Yenişehir Anadolu İmam Hatip é uma escola pública de nível secundário para o ensino geral, com alunos com idades entre 11 e 18 anos e do 5º ao 12º ano. Os alunos recebem educação em ciências, matemática, ciências sociais, línguas estrangeiras, arte e música que já existem no currículo de todos os tipos de escolas. Yenişehir Anadolu İmam Hatip Lisesi foi fundada em setembro de 2016 e possui um edifício novo e moderno com todos os tipos de instalações, como laboratórios, sala de conferências, aquecimento e resfriamento central, restaurante, um grande jardim com muitos campos de jogos e uma luxuosa pensão para hospedar os alunos, etc. Há 925 alunos e 85 professores na escola. 5 administradores atuam na gestão como 1 diretor e 4 assistentes de gerente. Temos alunos do 5º ao 8º ano (chamados de ensino primário) e alunos do 9º ao 12º ano (chamados de ensino secundário) que frequentam diferentes escolas do nosso sistema de ensino. O objetivo desta escola é doar os alunos não só com disciplinas acadêmicas, mas também com temas religiosos e morais. A escola tem como objetivo educar os alunos com os padrões europeus de métodos de ensino. Os alunos são incentivados a participar nos projetos europeus. Quanto mais integração social tiverem com o resto da Europa, mais serão capazes de se integrar com o resto da Europa. Os alunos estão interessados ​​em eventos sociais locais e internacionais. Eles estão envolvidos em eventos esportivos, projetos juvenis e científicos. Os professores também possuem diversas capacidades, como ter melhores habilidades de ensino, serem sociáveis ​​e especialistas nas suas profissões para trabalhar na escola. A escola possui um alto padrão de tecnologia. Dá grande importância ao alargamento da integração de si mesmo, da sua cidade e do seu país com a Europa, porque pensam que, como país candidato à União Europeia, é uma obrigação para eles. Participou em diversos trabalhos e concursos regionais e nacionais. Desde que a nossa escola foi inaugurada, demos importância às questões tecnológicas. Há um grande laboratório STEAM na nossa escola. Os alunos aprendem STEAM há quatro anos. Até agora, foram realizados dois projetos Erasmus+ sobre STEAM e codificação. No plano estratégico da escola pretende-se que os nossos professores e alunos adquiram as competências do século XXI. É por isso que gostaríamos de realizar atividades para conscientizar todos os professores e alunos da nossa escola sobre a importância da IA ​​e fornecer-lhes informações adequadas sobre o que podemos fazer como pessoas normais.

Rödabergsskolan

Rödabergsskolan

A Rödabergsskolan é uma escola pública com alunos entre os 6 e 15 anos ao 9º ano. Situado no centro de Estocolmo e a uma curta distância do Hagaparken, o Rödabergsskolan oferece um ambiente estimulante para todos os alunos. Atualmente, há cerca de 680 alunos matriculados nas turmas de ensino básico e secundário. A escola segue o currículo sueco e tem aulas de língua sueca do jardim de infância ao 9º ano e aulas de inglês do 7º ao 9º ano. Os funcionários e alunos são de diferentes partes do mundo e representam 45 nacionalidades. Isto traz uma mistura de culturas, nacionalidades e línguas, resultando num ambiente positivo onde a tolerância e as diferenças são naturais tanto para os alunos como para os funcionários. A escola possui cozinha própria para servir comida preparada na hora aos funcionários e alunos todos os dias. A escola trabalha ativamente em prol da digitalização e os alunos do 6º ao 9º ano têm os seus próprios Chromebooks, enquanto os alunos do ensino básico usam o iPad. Os membros da equipa envolvidos no MOOC são professores experientes nas suas respectivas áreas e possuem uma licença de ensino sueca. Todos os membros da nossa equipa estão entusiasmados e trabalham juntos para ajudar os alunos a atingir os seus objetivos de aprendizagem.

Course Staff

Ana Cunha

Ana Cunha

A Ana é licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, pós-graduada em Ciências da Educação e está a frequentar o doutoramento em Ciências da Educação. Coordena o Gabinete de Tradução e Línguas e é Professora Auxiliar na Universidade Lusófona, onde foi reconhecida como Especialista em Línguas e Literaturas Modernas.

Cristina Nicolaita

Cristina Nicolaita

Cristina Nicolaita é professora de Física e Informática, certificada em Língua Inglesa pela Universidade de Craiova. É embaixadora do Scientix & eTwinning, professora líder da Europe Code Week e Microsoft Innovative Educator Expert. Ela também é formadora de professores e especialista em recursos educacionais abertos para o projeto CRED – (Curriculum Relevant, Educație Deschisă pentru toți) do Ministério da Educação Romeno – Currículo Relevante, Educação Aberta para todos.

Marja-Liisa Helenius

Marja-Liisa Helenius

Possui mestrado em Filologia Inglesa, incluindo estudos de professores em inglês e francês e também possui estudos básicos em Comunicação pela Universidade de Helsinque. Trabalhou com tarefas de ensino de inglês, tradução e gerenciamento de projetos. Atualmente Presidente da Learning for Integration ry e responsável pela coordenação do Erasmus+ e outros projetos internacionais.

Denisa Mouchová

Denisa Mouchová

Denisa Mouchová trabalha como gerente de projetos e treinadora na ITC International. Ela é psicóloga, palestrante e coach, focando no trabalho com professores e alunos. Nos cursos do ERASMUS+, ela aborda principalmente tópicos sobre métodos inovadores na educação, uso de TIC e temas psicológicos, incluindo necessidades especiais e prevenção do burnout. Ela tem experiência em ensinar vários grupos etários, desde pré-escolares até adultos, trabalhou no Instituto Nacional de Educação em Praga e atualmente faz parte do centro de aconselhamento da Universidade Charles, onde também está a fazer o seu doutoramento.

Petra Vallin

Petra Vallin

Petra Vallin é treinadora na ITC International. A Petra foca-se em cursos de CLIL, cursos multiculturais e métodos inovadores de ensino.

Anastasia Diatlova

Anastasia Diatlova

A Anastasia é formada em Marketing Digital, possui um doutoramento em Ciências Sociais e trabalhou como professora de línguas, palestrante universitária e investigadora em Ciências Sociais e marketing de conteúdo e digital.

Emil Velinov

Emil Velinov

Emil Velinov é treinador na ITC International. Nos cursos do Erasmus+, ele foca-se no uso de TIC, digitalização de salas de aula, gestão de recursos humanos e coaching.

Iva Brožová

Iva Brožová

A Iva Brožová é diretora da ITC International desde 1996.

Neşe Çelik

Neşe Çelik

Neşe Çelik é professora de inglês na Yenisehir Anatolian Imam Hatip High School em Mersin. Ela formou-se no departamento de Ensino de Língua Inglesa da Universidade de Mersin em 2002 e participou em muitos projetos nacionais e internacionais até agora.

Cantekin Karasu

Cantekin Karasu

Cantekin é professor de inglês na Yenisehir Anatolian Imam Hatip High School. Ele coordenou a prática de ensino nas escolas do departamento de Ensino de Língua Inglesa da Universidade de Cag em 2017 e 2018. Participou em muitos projetos nacionais e internacionais e obteve certificados em vários seminários.

Engin Karamanli

Engin Karamanli

Engin é professor de ciências na Yenisehir Anatolian Imam Hatip High School. Em 2019, formou-se na Universidade de Mersin, Departamento de Educação em Ciências, com tese. Ele trabalha como embaixador do Scientix na European Schoolnet Academy Turkey desde 2021 e coordenou e participou em muitos projetos nacionais e internacionais.

Preeti Gahlawat

Preeti Gahlawat

Preeti Gahlawat é professora de ciências e tecnologia e mentora do 9º ano na Rödabergsskolan. Ela ensinou todos os níveis escolares obrigatórios em três países diferentes – Suécia, Japão e Índia. Ela é uma professora curiosa e apaixonada que gosta de conectar os seus alunos com os seus pares em todo o mundo. Ela trabalhou em muitos projetos com a European Schoolnet: GoLab, STEAM_IT e BLOOM. Ela é embaixadora do Scientix, ASEF e HundrED para a Suécia, e ainda trabalhou como mentora educacional para algumas empresas de Edtech para orientá-las. Ela é a coordenadora deste projeto ERASMUS, que também é o seu primeiro projeto.

Katarina Björkman

Katarina Björkman

Katarina Björkman possui um diploma de ensino em Sueco, Sueco como Segunda Língua, Francês e Artes Têxteis. Ela é uma experiente professora em ‘Sueco como Segunda Língua’ e ensinou estudantes internacionais por muitos anos. Atualmente, Katarina ensina Francês do 6º ao 9º ano, e Artes Têxteis do 4º ao 9º ano. Katarina também é mentora do 9º ano. Katarina trabalha na Rödabergsskolan desde 2000. Este é o primeiro projeto ERASMUS de Katarina. Anteriormente, ela acolheu estudantes de intercâmbio ERASMUS da França. Ela é uma entusiasta do trabalho em equipa e muito aberta a aprender novas ideias. Ela gosta de colaborar com colegas para trazer o melhor para a sala de aula.

Susanna Bruno Karlson

Susanna Bruno Karlson

Susanna Bruno Karlson é uma professora apaixonada e muito experiente do ensino secundário na Rödabergsskolan. Ela ensina Sueco, Estudos Sociais, Inglês e Ciências no ensino secundário. Ela é mentora e responsável por 30 alunos do 4º ano. Ela obteve a sua licença de ensino em 1987 e ensina desde então. Ela já trabalhou como professora de Educação Especial (SEN). Ela é uma aprendiz ao longo da vida e está sempre pronta para aprender coisas novas para implementar na sua sala de aula. Este é o primeiro projeto ERASMUS dela.

Anna Brink

Anna Brink

Anna possui um diploma de ensino em Arte e Media para o ensino básico e ensino secundário. Ela ensina arte nos anos 5 a 9 na Rödabergsskolan. Anna obteve o seu diploma de ensino na Universidade de Artes, Artesanato e Design em Estocolmo em 2017. Ela interessa-se por pesquisas relacionadas à Alfabetização Midiática e Informacional para jovens e implementa isso como parte de sua prática. Anna participou num intercâmbio Erasmus, onde passou um semestre a estudar Belas Artes em Londres.

Johanna Nordström

Johanna Nordström

Johanna Nordström obteve o seu diploma de ensino em Matemática, Ciências e Tecnologia em 2002. Ela ensina na Rödabergsskolan desde 2019 e é mentora do oitava ano. Ela é mente aberta, otimista e está pronta para encontrar soluções para todos os obstáculos.

EHN – Rede Europeia de Artesãos

Sobre este Curso

Bem-vindo à “EHN – Rede Europeia de Artesãos”!

Este projeto financiado pelo Erasmus+ tem como objetivo promover o autoemprego dos artesãos e o empreendedorismo feminino, juntando-se à missão de aumentar os níveis de emprego e a autonomia económica das mulheres europeias.

O projeto está a construir uma ampla rede de artesãos ao reunir 5 artesãs de Itália, Polónia, Portugal e Países Baixos, que estão a oferecer a sua experiência profissional de longa data no setor àquelas que começaram recentemente a operar nesta prática ou àquelas que querem transformar o seu negócio artesanal caseiro num emprego.

Junte-se a nós na nossa plataforma e veja as Masterclasses para conhecer melhor as mentoras que vão acompanhar o seu progresso como artesã.

O projeto baseia-se na ideia de que relações diretas, interativas e pessoais entre as 5 artesãs experientes e as mulheres que querem ser formadas trazem mais valor acrescentado para o futuro dos negócios femininos.

Assim, nada de aulas prefixadas e gerais, mas sim interações ao vivo, práticas e presenciais!

O projeto planeia selecionar 5 mulheres artesãs dos seguintes países: Itália, Países Baixos, Polónia e Portugal, que irão:

  • participar em sessões gratuitas de mentoria ao vivo (4 horas por mulher selecionada) com a especialista feminina do seu próprio país (mentoria disponível durante fevereiro e abril de 2023)
  • participar na convenção de mentoria EHN na Polónia em abril de 2023 com especialistas do setor artesanal (todas as despesas de viagem e alojamento cobertas)

Não perca esta oportunidade!

Objetivo Principal

O projeto propõe a criação de uma plataforma digital e de um evento presencial que permita às artesãs europeias apoiarem-se mutuamente, estabelecerem redes de contacto e serem mentoradas por especialistas femininas com longa experiência no setor do artesanato, de forma a aumentar as suas competências e transformar o seu hobby num micro-negócio.

O projeto visa criar um modelo de apoio mútuo entre mulheres, tanto físico como virtual, em que as relações, o apoio mútuo e o networking são as palavras-chave.

Equipa

Chiara Lorenzetti

Chiara Lorenzetti (Creativi108)

Restauro de Arte Desde 1991

Chiara Lorenzetti, restauradora, iniciou a sua carreira artística em 1991. Depois de frequentar o Instituto de Arte e Restauro “Palazzo Spinelli” em Florença, abri a minha loja Chiaraarte em Biella, na histórica loja de antiguidades do meu pai, na Via Cernaia. Há alguns anos, após o encerramento da loja do meu pai, mudei-me para a Via Novellino 16, em Biella Chiavazza. Trabalho com restauros conservativos e estéticos em objetos de arte cerâmica: porcelana, grés, terracota; gesso, marfim, cera, papel machê.

Laboratório especializado na restauração de bonecas antigas. Restauração de objetos em madeira policromada e dourada, estátuas e molduras. Conhecimento específico em restauração tradicional japonesa Kintsugi: sou uma das poucas restauradoras na Europa a usar a técnica japonesa original Kintsugi em cerâmicas. Durante o ano, realizo workshops e conferências sobre: “Kintsugi, a arte de reparar com ouro”. Excelência artesanal da Região do Piemonte desde 2007. Restauradora colaboradora, técnica de restauro com decreto n. 38 de 23/03/2016 do Diretor Geral MiBACT Educação e Pesquisa.

Małgorzata Jeżewska

Małgorzata Jeżewska (INBIE)

Especialista em Horticultura

Especialista em horticultura qualificada, com ampla experiência e entusiasmo para compartilhar a minha paixão. Durante muitos anos, de forma privada, e agora profissionalmente, estive envolvida na floricultura e em trabalhos manuais com a utilização de composições florais. Em 2022, juntamente com uma amiga que é florista profissional, fundei a florista “tqka marzeri”. Anteriormente, estive envolvida em pequenos projetos e na decoração com arranjos florais, incluindo igrejas, salões de casamento, comunhões, entre outros.

Iwona Czaplicka

Iwona Czaplicka (ECM)

Joalharia Artística – Feita à Mão

Tudo começou com a minha mãe, que há anos começou a costurar roupas usando linho. Assim, sempre estive ligada a um produto natural. Estar em contacto com materiais naturais e com pessoas que criavam designs bonitos com ênfase na naturalidade levou-me a criar algo que se integrasse com o que eu já conhecia. A minha joalharia é criada por uma paixão pela beleza natural. Comecei com pequenas coisas, criando joias para mim e para amigos, e logo o meu trabalho foi apreciado pela minha família e amigos, então decidi expandir o meu negócio.

Živile Navikiene

Živile Navikiene (S.A.F.E.Projects)

Especialista em Educação de Jovens/Adultos

Živile Navikiene tem mais de quinze anos de experiência na área da educação, atuando como CEO em empresas, organizações sem fins lucrativos, oficial de relações internacionais, avaliadora, gestora de projetos, líder juvenil e especialista nacional/internacional no campo da educação de jovens/adultos. Nos últimos anos, tem trabalhado como mentora para mulheres migrantes e consultora. Como CEO de uma empresa social, demonstrou suas habilidades em design organizacional bem-sucedido, gestão de projetos e programas, administração, coaching, mentoria e formação. Seus colegas de trabalho a descrevem como uma aprendiz rápida, muito confiável, orientada para o serviço e uma líder nata.

Célia Macedo

Célia Macedo (Universidade Lusófona)

Artesã de Cerâmica

Artesã de cerâmica feita à mão com base em Montemor-o-Novo, Alentejo (sul de Portugal). Célia Macedo, artesã dedicada à produção de artesanato cerâmico inteiramente feito à mão, utilizando a roda de oleiro. Define o seu trabalho como “Cerâmica tradicional, para a vida moderna”. O design das cerâmicas é inspirado na tradição artesanal da região, mas direcionado para usos mais contemporâneos. A alta qualidade e a pertença nacional dos produtos são dois dos pilares do seu trabalho. Pretende ter uma marca que represente um produto 100% português, utilizando apenas material português de alta qualidade.

Não nasceu artesã. Estudou arquitetura e obteve um Mestrado e um Doutoramento em Inglaterra. Trabalhou na Universidade como investigadora e professora durante 12 anos. Em 2016, teve a primeira aula de cerâmica enquanto estava em Inglaterra. Começou como um hobby, mas depois o desejo de se concentrar apenas na produção de cerâmica cresceu a tal ponto que ter um emprego a tempo inteiro se tornou incompatível. Transformou a sua paixão num trabalho a tempo inteiro em 2019. Agora, criou uma empresa de cerâmica bem-sucedida, dirigida unicamente por ela em todos os aspetos, desde a produção até aos aspetos burocráticos, desde as relações com clientes nas redes sociais até às tarefas da loja física.

O Poder das Medias Sociais no Desenvolvimento Profissional de Professores

Sobre este Curso

Aumentar o ensino das IES, sensibilizar o pessoal académico e científico sobre os desafios ambientais e das alterações climáticas, desenvolver competências em marketing nas redes sociais como instrumento de desenvolvimento de marca pessoal, ferramenta para produtos educativos e promoção de valores de desenvolvimento sustentável.

Fortalecer as capacidades das IES na promoção da cocriação de uma sociedade resiliente, inclusiva e sustentável através de comunicações sustentáveis ​​com as principais partes interessadas nas redes sociais.

Apoiar a cooperação no ensino superior para a implementação de iniciativas sustentáveis.

Requisitos

Para um acompanhamento ideal do curso, é necessário um nível B2-C1 de língua estrangeira (conforme indicado no QECR).

Perguntas Frequentes

Que navegador devo usar?

A plataforma Open edX funciona melhor com as versões atuais do Chrome, Edge, Firefox ou Safari.

Consulte a nossa lista de navegadores compatíveis para obter informações mais atualizadas.

Receberei um certificado após concluir o curso?

Sim, após a conclusão do curso, cada participante receberá um certificado confirmando a conclusão do curso.

Envolvimento das Famílias contra a Radicalização

O que vai aprender

  • Diferenciar adequadamente entre ser “radical” ou radicalizado;
  • Que factores e processos contribuem para a radicalização da juventude;
  • A importância do papel da família na prevenção da radicalização;
  • Como interagir com as famílias nas diferentes fases da intervenção;
  • Projetos anteriores e boas práticas que aplicam essas lições na prática.

Sobre este Curso

O Envolvimento Comunitário Contra a Radicalização é um projeto liderado pela Universidade Lusófona, em parceria com ONG e instituições de investigação de 10 países. O seu objetivo é desenvolver modelos práticos de envolvimento comunitário e cívico que possam reforçar a capacidade da sociedade civil para prevenir e combater a radicalização. Isto inclui o desenvolvimento de kits de ferramentas digitais, a implementação de formações personalizadas e o lançamento de um serviço de consultoria. Espera-se que o projecto permita que os indivíduos que trabalham na área da prevenção e combate ao extremismo violento (P/CVE) estejam melhor equipados para enfrentar os desafios que enfrentam como profissionais, e que possam trabalhar como multiplicadores nas suas próprias comunidades, desenvolvendo PVE /CVE iniciativas sustentáveis.

Consórcio do Projeto: ULHT (PORTUGAL), CESIE (ITÁLIA); UPPSALA UNIVERSITET(SUÉCIA); SVF(HUNGRIA); CSI(CHIPRE); Parceria de Cidadãos Activos (GRÉCIA); Multicultural (ÁUSTRIA); Techsoup (POLÔNIA); CAPRI (FRANÇA); PATRIR (ROMÉNIA) e BONS (FRANÇA).

Visite o site do Projeto

Requisitos

Nenhum.

Certificação

O curso é composto por 5 módulos. Em cada módulo tem uma breve avaliação no final. Se você obtiver mais de 50 (em 100), receberá um certificado ao final do curso.

Taxas

O certificado e o curso são isentos de qualquer taxa.

Envolvimento dos Muçulmanos Contra a Radicalização

O que vai aprender

  • Diferenciar adequadamente entre ser ‘radical’ ou radicalizado
  • Que fatores e processos contribuem para a radicalização da juventude
  • Compreender as origens e características do Islão Fundamentalista e do Extremismo Islâmico
  • Ser mais capaz de identificar a presença do extremismo islâmico entre os jovens
  • Como se envolver em intervenções contra o extremismo envolvendo extremistas islâmicos

Sobre este Curso

O Envolvimento Comunitário Contra a Radicalização é um projeto liderado pela Universidade Lusófona, em parceria com ONG e instituições de investigação de 10 países. O seu objetivo é desenvolver modelos práticos de envolvimento comunitário e cívico que possam melhorar a capacidade da sociedade civil para prevenir e combater a radicalização. Isto inclui o desenvolvimento de kits de ferramentas digitais, a implementação de formações personalizadas e o lançamento de um serviço de consultoria. Espera-se que o projeto permita que os indivíduos que trabalham na área da prevenção e combate ao extremismo violento (P/CVE) estejam melhor equipados para enfrentar os desafios que enfrentam como profissionais, e que possam trabalhar como multiplicadores dentro das suas próprias comunidades, desenvolvendo PVE /CVE iniciativas sustentáveis.

Consórcio do Projeto: ULHT (PORTUGAL), CESIE (ITÁLIA); UPPSALA UNIVERSITET(SUÉCIA); SVF(HUNGRIA); CSI(CHIPRE); Parceria de Cidadãos Activos (GRÉCIA); Multicultural (ÁUSTRIA); Techsoup (POLÔNIA); CAPRI (FRANÇA); PATRIR (ROMÉNIA) e BONS (FRANÇA).

Visite o site do Projeto

Requisitos

Nenhum

Certificação

O curso é composto por 5 módulos. Em cada módulo tem uma breve avaliação no final. Se você obtiver mais de 50 (em 100), receberá um certificado ao final do curso.

Taxas

O certificado e o curso são isentos de qualquer taxa.

Envolvimento Juvenil Contra a Radicalização

O que vai aprender

  • Diferenciar adequadamente entre ser ‘radical’ ou radicalizado
  • Que fatores e processos contribuem para a radicalização da juventude
  • A potência dos jovens como atores de mudanças negativas e positivas
  • Sugestões sobre como interagir com os jovens
  • Projetos anteriores, boas práticas, campanhas e iniciativas que aplicam essas lições na prática.

Sobre este Curso

O Envolvimento Comunitário Contra a Radicalização é um projeto liderado pela Universidade Lusófona, em parceria com ONG e instituições de investigação de 10 países. O seu objetivo é desenvolver modelos práticos de envolvimento comunitário e cívico que possam melhorar a capacidade da sociedade civil para prevenir e combater a radicalização. Isto inclui o desenvolvimento de kits de ferramentas digitais, a implementação de formações personalizadas e o lançamento de um serviço de consultoria. Espera-se que o projecto permita que os indivíduos que trabalham na área da prevenção e combate ao extremismo violento (P/CVE) estejam melhor equipados para enfrentar os desafios que enfrentam como profissionais, e que possam trabalhar como multiplicadores dentro das suas próprias comunidades, desenvolvendo PVE /CVE iniciativas sustentáveis.

Consórcio do Projeto: ULHT (PORTUGAL), CESIE (ITÁLIA); UPPSALA UNIVERSITET(SUÉCIA); SVF(HUNGRIA); CSI(CHIPRE); Parceria de Cidadãos Activos (GRÉCIA); Multicultural (ÁUSTRIA); Techsoup (POLÔNIA); CAPRI (FRANÇA); PATRIR (ROMÉNIA) e BONS (FRANÇA).

Visite o site do Projeto

Requisitos

Adicione informações sobre as habilidades e conhecimentos que os alunos precisam para fazer este curso.


Certificação

O curso é composto por 4 módulos. Em cada módulo tem uma breve avaliação no final. Se você obtiver mais de 50 (em 100), receberá um certificado ao final do curso.


Taxas

O certificado e o curso são isentos de qualquer taxa.

Curso de Formação de Professores de Língua Estrangeira do Século XXI

Língua

A descrição do curso é apresentada em inglês. Para visualizar a tradução, você pode selecionar um dos idiomas abaixo.

Romeno • Espanhol • Português • Polaco • Francês • Alemão

Sobre este Curso

Neste curso, vais aprender conceitos essenciais no ensino de uma língua estrangeira com um foco especial numa abordagem comunicativa, digital e intercultural.

Este curso destina-se a futuros professores de línguas estrangeiras que desejam obter uma formação de alta qualidade numa perspectiva crítica e internacional. Este curso é resultado do projeto Erasmus+ VIRTEACH, e a nossa equipa é composta por estudiosos destacados e experientes de Espanha, Polónia, Roménia e Portugal.

O curso está organizado em sete unidades, cada uma abordando questões fundamentais relacionadas com o ensino de línguas, como a Aquisição de Segunda Língua, vocabulário, gramática, interação oral, pragmática e discurso, Inglês para Fins Específicos e comunicação intercultural. Todas as unidades são concebidas de forma progressiva e prática. Além disso, este curso oferece um Bloco de Notas Digital Interativo, uma ferramenta dinâmica e colaborativa que te ajudará a desenvolver totalmente o teu Praticum em qualquer instituição educacional. O curso terá uma duração aproximada de 14 semanas (2 semanas por unidade), com um investimento médio de 10 horas por semana.

Requisitos

Para um acompanhamento ótimo do curso, os alunos devem ter um nível B2-C1 da língua estrangeira (conforme indicado no CEFR).

Estrutura

  • Unidade 1 – Aquisição de Segunda Língua
  • Unidade 2 – Como ensinar vocabulário
  • Unidade 3 – Como ensinar gramática
  • Unidade 4 – Como ensinar interação oral
  • Unidade 5 – Como ensinar pragmática e discurso
  • Unidade 6 – Como ensinar Inglês para Fins Específicos
  • Unidade 7 – Como ensinar comunicação intercultural
  • Bloco de Notas Digital Interativo para Prática

Equipa do Curso

Alina Doroch, MA

Desenvolvedora de Conteúdo do Projeto – SSW Collegium Balticum, Szczecin, Polónia

Alina Doroch possui mestrado em Inglês (Faculdade de Filologia Inglesa da Universidade Adam Mickiewicz, Poznań, Polónia). Atualmente trabalha como professora sénior de inglês na Universidade Técnica da Pomerânia Ocidental de Szczecin, Polónia; ensina inglês geral em todos os níveis e também inglês técnico; ela também dá palestras sobre literatura e cultura inglesa e americana no SSW Collegium Balticum, Szczecin. Está envolvida em Projetos Europeus desde 2012, sendo responsável pelo desenvolvimento da metodologia de formação no ensino de línguas. Autor de um livro de inglês, Well Said! e uma série de artigos sobre a metodologia Montessori no ensino de inglês para adultos, a cultura britânica, bem como o ensino de línguas através da cultura.

María Simarro – Vázquez

Professora de espanhol na Universidade de Burgos

Possui doutoramento (2014), mestrado em Artes do Espanhol (2001), licenciatura em Línguas (2000) e licenciatura em Humanidades (1998). Suas áreas de interesse são o ensino da língua espanhola, principalmente em avaliação, e estudos sobre humor verbal. Por isso, publicou em diversas revistas e contribuiu para volumes coletivos.

Ana Cunha

Professora Auxiliar na Universidade Lusófona, Coordenadora do Departamento de Tradução e Línguas e do Instituto de I&D.

Ana Cunha é licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, pós-graduada em Ciências da Educação e está a frequentar o doutoramento em Ciências da Educação. Coordena o Departamento de Tradução e Línguas e o Instituto de I&D, e é Professora Auxiliar na Universidade Lusófona, onde foi reconhecida como Especialista em Línguas e Literaturas Modernas. É Investigadora Principal (PI) dos projetos Erasmus+: IC-ENGLISH – plataforma inovadora para o ensino de línguas para adultos; Método Montessori no Ensino de 2ª Língua para Adultos; Desenvolvimento e Compartilhamento de (e)Habilidades de Professores de Línguas Adultos; Aliança para competências multilinguas e multiculturais; TEGA- Formação de Educadores para Facilitar o Ensino e Avaliação de Programas Abstratos através da Utilização de Jogos Sérios; Integração de Competências de Aprendizagem Digital no Currículo Educacional; INTRO – Introdução à aprendizagem digital; Habilidades profissionais de inglês para empregabilidade em toda a UE.

María Amor Barros-del Río

Professora Sénior de Estudos Ingleses na Universidade de Burgos

María Amor Barros-del Río é professora sénior de Estudos Ingleses na Universidade de Burgos, Espanha. As suas áreas de interesse são o ensino da língua inglesa, literatura irlandesa e estudos de género. Publicou em revistas internacionais, é autora de alguns livros e contribuiu para volumes coletivos. Apresentou a sua investigação em conferências internacionais e participou em projetos de I&D europeus e nacionais.

Concetta Maria Sigona

Professora Sénior de Estudos Ingleses na Universidade de Burgos

Concetta Maria Sigona possui mestrado em inglês e doutoramento pela Universidade de Catânia. A sua principal pesquisa foca-se no ensino e aprendizagem da língua inglesa (EFL). Outras áreas de interesse são a literatura ítalo-canadense em inglês e estudos transculturais. Ela publicou em revistas internacionais e contribuiu para volumes coletivos, também apresentou a sua pesquisa em conferências internacionais. É membro do ICCLAS e LILADI da Universidade de Burgos.

Onorina Botezat

Professora Associado, Ph.D. – Universidade Cristã Dimitrie Cantemir, Bucareste, Roménia

Onorina Botezat é Diretora do Centro de Pesquisa Linguística e Intercultural e Professora Associada Ph.D. na Faculdade de Línguas e Literaturas Estrangeiras da Universidade Cristã Dimitrie Cantemir em Bucareste, Roménia. As suas principais áreas de interesse e investigação são os Estudos Imagológicos e Culturais e a Terminologia Jurídica. É autora do Dicionário de Termos Jurídicos, Romeno-Inglês e Inglês-Romeno (2011), A Imagem do Estrangeiro na Literatura Nacional (2016), coautora dos cursos ESP e FSP, e editora dos Anais de “ Dimitrie Cantemir” Lingüística, Literatura e Metodologia de Ensino da Universidade Cristã. O seu último livro é Mapping Cultural Identities and Intersections: Imagological Readings (2019, Cambridge Scholars Publishing, coeditor com Mustafa Kirca).

Ramona MIHĂILĂ

Professora Associada, Vice-Reitora de Relações Internacionais – Dimitrie Cantemir Christian University, Bucareste, Roménia

Ramona MIHĂILĂ é vice-reitora de Relações Internacionais e professora titular Ph.D. na Faculdade de Línguas e Literaturas Estrangeiras e diretora do Instituto de Estudos Sociais de Género, Universidade Cristã Dimitrie Cantemir, Bucareste, onde leciona cursos de graduação e pós-graduação em literatura, escrita feminina e estudos de género. É autora e (co)editora de 20 livros sobre escrita feminina e estudos de género. Ela foi professora visitante na Arizona State University, pesquisadora de instituições internacionais: Biblioteca do Congresso, Washington, Chawton House Library e Universidade de Southampton, Huygens Royal Institute, Haia, Biblioteca Nacional de Viena, beneficiária de bolsas para participação em conferências: Hogeschool University , Bruxelas, Université Paris-Est Créteil etc. Foi coordenadora de projetos europeus sobre estudos de género e escrita feminina. Ela atua como editora executiva do Journal of Research in Gender Studies, Addleton Academic Publishers, Nova York.

Eduplay – Desenvolvimento de Jogos para Educadores

Sobre este Curso

A Eduplay, Comunidade de Treinamento Digital e Aprendizagem Online projetada para educadores/trabalhadores juvenis ou praticamente qualquer pessoa que queira causar impacto em sua comunidade/grupo-alvo local utilizando o poder dos jogos. A formação pode ser abordada de forma flexível como uma base de conhecimento comum adaptada às realidades do trabalho com jovens e centrada em jogos sérios e no desenvolvimento de jogos, proporcionando uma vasta gama de atividades correspondentes a diferentes estilos de aprendizagem. Os materiais apresentados visam apoiar os alunos a aumentar o envolvimento, a eficiência da aprendizagem e incentivar a contribuição para iniciados na cidadania ativa. O objetivo geral da formação é despertar o interesse e posicionar melhor os jogos e o desenvolvimento de jogos como uma potencial ferramenta de desenvolvimento. Esperamos que esteja pronto para explorar dicas, truques e boas práticas dos sete países do Consórcio Juventude para Juventude apoiado pelo Programa Erasmus+!

Tipo de curso

Eduplay é um curso individualizado que fecha com certificação. Todo o conteúdo do curso já está disponível para conclusão! Ao longo do treinamento é aplicada uma abordagem prática, o que significa que cada teoria é complementada com exemplos práticos da área. Além disso, além do conteúdo principal que apresenta os diferentes blocos de construção, os participantes também são incentivados a participar em intercâmbios com os seus pares em fóruns, a personalizar a sua jornada de aprendizagem através da exploração de atividades adicionais que proporcionam uma oportunidade para a exploração interativa/baseada em interesses e, por último, mas não pelo menos refletir sobre o seu processo de aprendizagem, o que permite que os recursos apresentados também sejam transformados em ações!

Conteúdo

Módulo 1 – Primeiros passos: o mundo por trás dos jogos

  • Pessoas e jogos: por que jogamos?
  • Fundamentos do jogo: por onde começar?
  • Formas e abordagens de aprendizagem por meio de jogos
  • Jogos no trabalho com jovens: aplicação, desafios e práticas
  • Avaliação + Reflexão


Módulo 2 – Tornando-se um arquiteto de jogos

  • O que torna um jogo excelente?
  • Tornando-se um explorador de jogos – passeie pelos diferentes tipos de jogos
  • Tornando-se um arquiteto de jogos – explore a estrutura MDA
  • Tornando-se um divisor de águas – desenvolva metas e objetivos de aprendizagem
  • Avaliação + Reflexão


Módulo 3 – Criando os caminhos colaborativos

  • Desenvolvimento de jogos e design de jogos
  • Entenda as etapas e princípios
  • Aplicação participativa, interações
  • Transformando problemas e gerando soluções
  • Avaliação + Reflexão


Módulo 4 – Dando sentido para criar engajamento

  • Insights de design instrucional – O QUE
  • Jogos e necessidades psicológicas básicas – O PORQUÊ
  • Introdução à teoria do fluxo – O COMO NA TEORIA
  • Envolvimento dos alunos (em jogos) – O COMO NA PRÁTICA
  • Avaliação + Reflexão


Módulo 5 – Contação de histórias

  • Introdução à contação de histórias
  • Blocos de construção do mundo
  • A jornada de um herói
  • Histórias para crescimento

Estrutura

Dentro de cada módulo, as seções são construídas na seguinte estrutura:

  • 30 minutos – Conteúdo principal: materiais audiovisuais interativos incluindo conceitos-chave, vídeos explicativos, entrevistas e questionários reunidos ou preparados por animadores juvenis ativos.
  • 30 minutos – Fórum: questões específicas do tema/desafios dos desenvolvedores de jogos para estimular discussões, trocas e compartilhamento de ideias. Para abrir o tópico de discussão, você precisará clicar na pergunta/título.
  • 30 minutos – Atividades Adicionais: ex. outras leituras, vídeos ou jogos. Escolha aqueles que despertam seu interesse e aprimoram suas atividades reais!
  • 30 minutos – Diário de Reflexão: principais conclusões e apelo à ação para formular um plano de ação pessoal. Encontre um documento separado no final de cada módulo – adequado para impressão e conclusão offline.


Critérios de conclusão

No final de cada módulo você também encontrará a Avaliação Final. Você pode obter um certificado seguindo pelo menos o conteúdo principal de cada seção e concluindo as avaliações finais no final de cada módulo.

Desta forma o curso pode ser concluído de forma rápida, num total de 10 horas dedicadas (5×2 horas/módulo + avaliação).

A experiência completa e a imersão duram 40 horas, incluindo fóruns, atividades adicionais e diários de reflexão.

Resultados de aprendizagem

Ao completar o Eduplay você será capaz de:

  • Articular a sua própria abordagem em torno da aplicação de jogos em contexto educativo.
  • Compreenda os elementos essenciais do desenvolvimento de jogos e os principais conceitos sobre o poder dos jogos, gamificação, aprendizagem baseada em jogos e jogos sérios.
  • Identificar práticas sobre como os jogos podem ser explorados para difundir ou reforçar valores nas comunidades e na sociedade.
  • Reconhecer diferentes estruturas que constituem eficiência e oportunidades de aprendizagem que fortalecem a participação dos jovens e incentivam a criatividade.
  • Conecte seus objetivos pessoais de aprendizagem e amplie sua rede profissional por meio de intercâmbios.


Obrigado por se juntar a nós nesta aventura de aprendizagem….
Estamos felizes em ouvir sua opinião e ver você se engajando ativamente!

Para saber mais sobre o projeto Youth4Youth consulte o nosso site ou contacte-nos: yfyka2@gmail.com e x@ulusofona.pt!

Equipa do Curso

Carla Sousa

A Carla Sousa é licenciada em Psicologia, mestre em Psicologia Clínica e da Saúde e pós-graduada em Neuropsicologia Aplicada pela Universidade Lusófona. Doutoranda em Ciências da Comunicação pela mesma universidade, integra o Centro de Investigação em Comunicação Aplicada, Cultura e Novas Tecnologias (CICANT) e foi professora auxiliar convidada na Licenciatura em Videojogos. Carla publicou vários artigos como autora e coautora em revistas especializadas, e fez comunicações em conferências nacionais e internacionais na área de comunicação, media e estudos de jogos. Fez parte de vários projetos financiados nacionais e internacionais na área de jogos, aprendizagem baseada em jogos e educação para os media. Carla também esteve envolvida na organização de eventos científicos e em atividades de arbitragem.

Carmine Rodi Falanga


Carmine Rodi Falanga está envolvido no trabalho internacional com jovens e na formação como formador independente, autor e consultor desde 2005. Trabalhou para várias organizações públicas e agências, incluindo a Agência Nacional para a Juventude na Itália, Irlanda, República Tcheca, Eslovênia, Áustria, Bélgica; SALTO PI; SALTO Leste Europeu e Cáucaso; além de várias agências governamentais regionais e públicas. Carmine é um autor e editor de publicações experiente, em italiano e inglês, que nos últimos anos tem se concentrado especificamente no Aprendizado Baseado em Jogos como uma metodologia ativa de aprendizado. Ele ministrou treinamentos sobre esse assunto, sendo a experiência mais recente: Jogos da Natureza (Espanha), Jogos para os Objetivos (Irlanda), Jogo de Formadores (Itália), Game On (Estônia). Ele também consultou para o desenvolvimento de jogos educacionais, como para a Development Perspectives (Irlanda, 2019); INEX (República Tcheca, 2018), Green Gaming (Tenerife, Espanha, 2015), Ludika (2009-14), e a Rede Eurodesk Italiana.

Mafalda Morganti

A Mafalda trabalha como formadora e facilitadora (gráfica) no campo da educação não formal desde 2010, especializando-se em trabalho juvenil nacional e europeu. Ao longo dos anos, para além do campo juvenil, adquiriu experiência também nos campos da educação escolar e de adultos, trabalhando em nome de uma ampla gama de organizações, desde pequenas ONGs de base até organizações internacionais bem estabelecidas ou entidades públicas como Agências Nacionais para a Juventude ou SALTO Training and Cooperation RC. O seu trabalho como formadora concentra-se principalmente nas áreas de desenvolvimento pessoal, criatividade, comunicação e construção de comunidades. A sua abordagem baseia-se em metodologias envolventes que vão desde a narração aplicada, teatro de improvisação, escrita criativa até à aprendizagem baseada em jogos – especialmente EduLARP (Live Action Role Playing).

Ioannis Brouzos

Ioannis tem uma licenciatura em Física, completou um mestrado em Didática das Ciências e possui um doutoramento em Ciências Físicas. Também possui um diploma em Piano e Teoria Musical. Trabalhou durante vários anos como investigador e designer de jogos para jogos educativos na Challedu-inclusion|games|education, uma ONG que pioneira em soluções baseadas em jogos para grupos vulneráveis e material educativo. Trabalha também como professor de ciências em escolas públicas e implementou e participou em vários workshops e festivais baseados em jogos na Grécia. Por exemplo, ele co-desenvolveu os jogos de tabuleiro e digitais “Female Legends of Science”, “Female Legends of Youth Innovative Entrepreneurship (FLYiE)”, “CSR manager” e inúmeras atividades em sala de aula baseadas em jogos. Também trabalhou em mais de 20 projetos financiados pela UE da Challedu como gestor e designer de jogos.

Asimina Brouzou

Asimina estudou Arquitetura na Universidade Técnica Nacional e possui um Mestrado em Design Avançado Sustentável pela Universidade de Edimburgo. Asimina começou sua carreira como educadora em design de interiores e designer em escritórios de arquitetura. Sua crença no poder da educação e sua motivação para criar experiências de aprendizado lúdicas e irresistíveis levaram-na a co-fundar a “Challedu – inclusão | jogos | educação”, uma organização pioneira na pesquisa e desenvolvimento de métodos baseados em jogos para educação e inclusão. Através de seu trabalho em projetos intersectoriais com parceiros nacionais e europeus, ela conseguiu capacitar pessoas com deficiências, refugiados, idosos, NEETs, jovens, estudantes, educadores e profissionais, etc. Alguns exemplos dos projetos que desenvolveu e implementou são “ID GAMES” para inclusão de pessoas com deficiência intelectual, “INSPIRE” para capacitar jovens em empreendedorismo, “GOLD” para troca de boas práticas com pessoas idosas, “Small Buddies” para educação sobre ODS e “FemSTEAM Mysteries” para motivação de jovens do sexo feminino para estudos STEAM.

Konstantina Iakovou

Konstantina estudou Arquitetura na Universidade Aristóteles de Tessalônica e possui um mestrado em Design Estratégico de Produtos pela Universidade Helênica Internacional. Atualmente, é candidata a doutorado na Universidade Aristóteles de Tessalônica em Ambientes Amigáveis para Demência. Também possui formação em Piano e Teoria Musical. Participou em vários programas de pesquisa (financiados nacional e pela UE) como assistente de pesquisa desde seus estudos de graduação. Desde 2006, está envolvida em projetos de design arquitetônico para pessoas com deficiência. Seu trabalho como formadora e pesquisadora na Challedu – inclusão | jogos | educação concentra-se nos campos do empreendedorismo, empoderamento feminino, atividades intergeracionais entre jovens e idosos, bem como na sensibilização sobre grupos desfavorecidos.

Judit Kriska-Jambor

Chari Cámara, licenciada em Belas Artes pela Universidade de Múrcia (2014), é uma educadora artística e ilustradora especializada em contar histórias (mapas narrativos e reportagens gráficas) e design de jogos de tabuleiro. Ela é a criadora da marca de jogos Mekiplay e presidente da associação LaTransEducativa. Em seus projetos, ela utiliza narrativas e mapas para articular experiências onde o ritual, a relação com a natureza, o som e o jogo simbólico nos guiam em direção a um espaço de encontro onde o explorador inquieto pode voltar a ser livre com e em relação ao outro. Sua visão propõe uma nova forma de se relacionar com nosso ambiente a partir da observação e do jogo no cotidiano. Espaços de transferência e encontro que inspiram e excitam uma cidadania consciente e eco-sustentável. Ela trabalhou como mediadora, facilitadora, designer de materiais didáticos, metodológicos e gráficos para Team labs, Pedagogías invisibles, la casa del Lector e MUPAI em Madrid, o centro de arte contemporânea La Conservera, Oika, La Trans Educativa, Babaluca, projeto pAULA, La Postiza, Much more May, o centro cultural de Espinardo, a equipe de atenção à diversidade em Alta Capacidade e o Instituto de Desenvolvimento em Múrcia.

David Vicente

David Vicente é professor de música e é licenciado em Belas Artes pela Universidade de Múrcia. Seu campo de especialização gira em torno da criatividade, audiovisual e literacia visual. Ele é membro da direção da La Trans Educativa e trabalha com exclusão social em projetos inclusivos, em projetos de arte participativa envolvendo a comunidade e é professor de arte no departamento geral de cuidado à diversidade e qualidade educacional da região de Múrcia, onde trabalha com crianças de alta capacidade do ensino médio ao secundário.

Anna Pękala

Anna Pękala é líder de equipe, tutora e mentora na Escola Democrática Livre Bullerbyn na Polônia. Ela é diretora e supervisora pedagógica da Escola Primária Ronja e da Escola Secundária Astrid, associada à Fundação Bullerbyn desde 2010, graduada na Academia de Educadores Bullerbyn, atualmente treinadora de futuros mentores e tutores. Professora certificada, pedagoga altamente experiente, treinadora psicoeducacional certificada, treinadora certificada em reintegração social, instrutora de escotismo desde 1999, historiadora. Ela é uma das pioneiras do movimento de educação democrática na Polônia, moldando o projeto de escola democrática Bullerbyn desde o início. Sua contribuição significativa para a mudança de paradigma educacional é a criação do conceito de “conferência científica”, que é um evento que reforça a aprendizagem, compartilha conhecimento e obtém feedback – que substitui o exame de verificação de conhecimento. Ela colabora com escolas democráticas nos EUA e em Israel, e participou de conferências internacionais sobre educação democrática na Finlândia, Grécia, Israel e Ucrânia (EUDEC, IDEC).

Karolina Ufa

Karolina Ufa é educadora, facilitadora e trabalhadora de ONG especializada em storytelling. Ela tem trabalhado com storytelling tradicional e digital desde 2017, implementando e coordenando diversos workshops locais e internacionais direcionados a jovens com menos oportunidades e colegas trabalhadores jovens interessados em explorar o método.

Olga Kulesza

Olga Kulesza é mentora e tutora na Escola Democrática Livre Bullerbyn na Polônia, educadora e ativista. Ela orienta os jovens a desenvolver projetos sociais e alcançar seus objetivos de desenvolvimento. Nos últimos 6 anos, ela esteve envolvida no movimento das escolas democráticas na Polônia, foi membro de uma equipe fundadora de uma escola democrática, estabeleceu e liderou uma sala de aula Montessori. Ela tem experiência em trabalhar com grupos de crianças e jovens em uma abordagem não-diretiva e orientada para a pessoa. Ex-membro do conselho da AIESEC na Universidade de Varsóvia, AIESEC Rabat no Marrocos e da Associação ZIMBA em Varsóvia – envolvida na gestão e orientação de projetos e eventos, focando principalmente em questões sociais e interculturais. Participante de inúmeras conferências internacionais no campo da educação e desenvolvimento (EUDEC, IDEC, AIESEC, TEDx) e passeios de estudo em escolas na Finlândia e na Dinamarca. Adora jogar jogos de tabuleiro e usar jogos como ferramenta de desenvolvimento.

Filip Sikorski

Filip Sikorski é ex-aluno e recém-formado no ensino médio da Escola Democrática Livre Bullerbyn, atualmente estudando psicologia na Academia Social de Ciências em Varsóvia. Ele joga RPGs desde os dez anos de idade. Seus principais interesses são todos os tipos de jogos, role-playing e psicologia. Suas criações favoritas da cultura pop são os mundos de J.R.R. Tolkien e todo o universo de “World of Darkness”.

Maksymilian Sawiński

Maksymilian Sawiński está no último ano do ensino médio na Escola Democrática Livre Bullerbyn. Ele adora e passa a maior parte do seu tempo desenhando – no papel e no computador. Começou a jogar RPGs aos 15 anos e, desde então, tem sido principalmente jogador, mas pretende se tornar um mestre de jogo em breve. Seu plano para o futuro é estudar na Academia de Belas Artes de Varsóvia. Seu emprego dos sonhos seria escrever histórias para quadrinhos, séries e desenhos animados. Seus hobbies incluem escrever histórias, desenhar, pintar e jogar vários videogames. Ele admira muitos gêneros de quadrinhos, desde os da Marvel e DC até mangás. Seus jogos favoritos são Shovel Knight, Terraria, League of Legends, TF2 e Binding of Isaac: Rebirth.

Tytus Czyżewski

Tytus Czyżewski é um ex-aluno da Escola Democrática Livre Bullerbyn, atualmente estudando no Ensino Médio Acadêmico na Academia Polonesa-Japonesa de Tecnologia da Informação. Ele adora jogar RPGs, improvisar e falar sobre a vida. Ele joga RPGs desde os 9 anos de idade. Além disso, ele escreve roteiros de filmes e está atualmente envolvido no design de um jogo de computador com seus amigos. Ele pessoalmente gosta de jogos em que a história desempenha o papel mais importante. Em sua lista, você pode encontrar: Life is Strange, Detroit Become Human, Hollow Knight e NieR Automata.

Instituições

Cooperativa Sociale MUOVIMENTE

A Cooperativa Sociale MUOVIMENTE é uma organização sem fins lucrativos sediada no centro de Itália, na cidade de Viterbo. Desde a sua fundação em 2007, a organização baseou as suas atividades na abordagem metodológica da educação não formal e da aprendizagem experiencial, concentrando-se principalmente no design e promoção de oportunidades para mobilidade europeia, voluntariado internacional e formação tanto para jovens como para adultos. O principal objetivo da organização é aproximar as pessoas da Europa, trazendo efetivamente a Europa para as suas vidas diárias. Na verdade, todas as oportunidades de aprendizagem projetadas e oferecidas pela Muovimente, graças ao apoio dos programas europeus, estão profundamente enraizadas na comunidade local, ao mesmo tempo que apoiam e promovem ativamente uma cidadania europeia ativa. Ao longo dos anos, a organização desenvolveu uma experiência rica e diversificada no uso da narração aplicada e de jogos sérios para fins educativos em diferentes áreas, desde a comunicação até à criatividade, o envolvimento social, o desenvolvimento pessoal, a construção de comunidades e além.

Universidade Lusófona

A Universidade Lusófona é a maior universidade privada em Portugal, integrando 10 Instituições de Ensino Superior em Portugal, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Guiné-Bissau. Possui um corpo discente de mais de 10.000 estudantes e 1.500 professores, e está estruturada em torno de 9 Escolas, que constituem a principal unidade institucional e oferecem 44 cursos de licenciatura, 45 mestrados, 11 programas de doutoramento e 42 cursos de pós-graduação. Além disso, a universidade oferece um grande número de cursos de formação profissional e contínua, de acordo com o paradigma de desenvolvimento de aprendizagem ao longo da vida. A Universidade tem uma vasta experiência em investigação e gestão de projetos europeus e internacionais e participará no projeto com uma das suas 12 unidades de investigação. O CICANT – Centro de Investigação em Comunicação Aplicada, Cultura e Novas Tecnologias, da Escola de Comunicação, Arquitetura, Artes e Informação, promove investigação teórica e aplicada em todas as suas áreas temáticas: Novos Media e Novas Tecnologias; Comunicação Organizacional; Artes e Cultura Visual; e Estudos Culturais e de Media. O centro foca-se na transferência de conhecimento e troca com a indústria e centros semelhantes em Portugal e na Europa, no cruzamento entre media, artes, cultura e tecnologias.

Challedu

CHALLEDU – inclusão | jogos | educação é uma organização sem fins lucrativos que pioneira novos modelos de aprendizagem, inclusão e envolvimento. A CHALLEDU é uma das principais especialistas em P&D em soluções de jogos para educação e inclusão. Nossa equipe projeta e implementa experiências lúdicas, jogos, programas educacionais formais e não formais, ferramentas, plataformas e aplicativos com base em abordagens interdisciplinares e intersectoriais. Concentramo-nos em dois setores principais:

INCLUSÃO SOCIAL
Os projetos neste setor concentram-se na inclusão e capacitação de grupos marginalizados, como pessoas com deficiência, pessoas com problemas de saúde (ou seja, demência), idosos, NEETs. Os objetivos são: inclusão social, melhoria da empregabilidade, desenvolvimento de habilidades e competências, defesa de direitos. O ênfase é dado à criação de ambientes onde pessoas com diferentes habilidades, origens culturais e habilidades, e diferentes gerações possam interagir entre si.

EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO
Vemos a educação como um impulsionador de mudanças positivas na sociedade, no meio ambiente e na inovação. Os projetos desenvolvidos neste setor focam na promoção do empreendedorismo, educação STE(A)M, cidadania ativa e participativa, desafios ambientais e agrícolas, cultura e desenvolvimento sustentável. Nossos grupos-alvo incluem jovens, adultos, estudantes, formadores e educadores, profissionais e instituições.

Innovaform

A Innovaform Nonprofit Ltd. é um centro de educação. No mundo em rápida mudança, temos que acompanhar as mudanças e inovações na educação também. Acreditamos na sua prioridade e valores. Nossa organização está envolvida em treinamentos locais e internacionais, tanto na educação formal quanto não formal. Nossos especialistas estão principalmente envolvidos no desenvolvimento de habilidades para a vida (também chamadas de habilidades sociais) para todos os tipos de aprendizes. Não apenas jovens adultos ou aprendizes do ensino superior, mas também profissionais no setor de negócios. Também estamos envolvidos em diferentes projetos internacionais que constroem perspectivas no setor educacional. Ao nos dedicarmos ao desenvolvimento de currículos de habilidades para a vida, desenvolvemos 12 módulos online para desenvolvimento de habilidades sociais no trabalho eletrónico, e também 6 módulos para desenvolvimento de habilidades no setor veterinário. Nossa equipe é altamente dedicada a abordagens educacionais inovadoras e fazemos o nosso melhor para ser educadores de aprendizagem ao longo da vida.

A Trans Educativa

É uma associação formada por artistas e educadores focados em promover e apoiar o desenvolvimento sustentável e a coesão social por meio de metodologias inovadoras que aplicam a gamificação na educação formal e não formal. A equipe está despertando a responsabilidade ecológica e social e a participação cidadã cooperativa por meio de práticas artísticas e projetos sustentáveis com um ponto de partida ecológico e social.

Fundação Bullerbyn para a Comunidade de Crianças e Adultos

A Fundação Bullerbyn tem mais de 14 anos de experiência na criação de programas que apoiam o desenvolvimento harmonioso de crianças e jovens, respeitando sua dignidade e confiando em suas necessidades. É uma das principais organizações de um movimento social para mudança no campo da educação na Polônia. A Bullerbyn associa e apoia o crescimento de educadores e pais apaixonados por métodos educacionais alternativos e pedagogia humanista. Desde 2012, dirige uma escola democrática gratuita chamada Bullerbyn, baseada na cultura de igualdade, responsabilidade compartilhada, respeito, confiança, tolerância, tomada de decisões coletivas, construção de comunidade e descoberta autodirigida. Os jogos e os processos de desenvolvimento de jogos estão amplamente presentes nesse amplo ambiente de aprendizado.

  • 1
  • 2